receita para preservar amigos ciranca_eterna_novidade_do_mundo

05/08/2017 - Entrevista: Professora fala sobre “rota de voo” do Projeto Asas para Voar

Por que não estudar as aves, os voos, o encantamento e o prazer de estar nas nuvens, escolher a amplidão para viver, e adentrar conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social e cultural? Tudo isso com muita investigação de causas e hipóteses das crianças, formulação e resolução de problemas e, por que não? A invenção de soluções.

Esse toque de alegria e ludicidade no aprendizado integra a proposta pedagógica dos projetos da Lua Nova. Entre eles, o projeto Asas para Voar, ao longo do qual os alunos contam, cantam, investigam, comparam, ilustram, leem, escrevem, recitam poesias e desenham animais e objetos voadores.

Na segunda quinzena de julho, a Comunidade da Lua Nova teve mais uma mostra de que é possível aprender sonhando, ao se deparar com uma exposição montada nos corredores e pátio da Escola.  Nela, os alunos do 1° ano apresentaram as provas em cores e sons dessa jornada, resultante de um trabalho interdisciplinar, que teve o toque especial da professora de música  e de Artes.

Para contar os bastidores dessa produção e como se deram as interações com as crianças do 1° ano A, convidamos a professora Greta Fragata. Ela detalha o “tim tim por tim tim” do processo de construção do conhecimento com os alunos, sob a coordenação pedagógica de Bete Tourinho. Greta começou sua jornada pela Lua Nova esse ano (2017), mas chegou com ares de velhos e grandes amigos da proposta pedagógica da Escola. 

Musicoterapeuta, com experiência na realização de projetos no Brasil, na Espanha e Itália. Greta, como pedagoga, passou por várias experiências na Escola Viva, na Vera Cruz e na Escola da Vila (todas em São Paulo).

 

*Qual foi sua impressão sobre o projeto? Esse foi o principal projeto do primeiro semestre, não é isso? O primeiro que você desenvolve na Escola.

Prfª Greta: Sim, foi. Esse é um projeto que apresenta inúmeras possibilidades de discussão e aprendizagem de conteúdos relacionais, linguísticos, científicos, lógico-matemáticos, artísticos, etc... Mesmo sendo o mesmo projeto para todos os primeiros anos, cada grupo dá seu tom, a partir do interesse das crianças.

 

*Qual foi o tom da sua turma?

Prfª Greta: Na minha turma iniciamos falando sobre “o sonho de voo”, pensando no fascínio que o voo causa nos homens desde os mais remotos tempos. Nesse momento, para ampliar nossas discussões, recorremos a literatura: lenda de Ícarohistória de Santos Dummont, livro A Festa no Céu, e as nossas experiências pessoais (em avião, em sonhos...).

 

*Como se deram as interações com as crianças?

Prfª Greta: Foram muitas rodas de conversa sobre esse tema, na qual aproveitávamos, entre outras coisas, para olhar com mais atenção para a escrita de algumas palavras, suas relações e possibilidades de transformação:

Por exemplo - ave, avião, aviação 

Hipóteses foram levantadas sobre como era possível voar, em meio de transporte ou com asas de bichos. Passamos a investigar mais cuidadosamente o modo de vida de alguns pássaros e suas características. E logo outra pergunta foi lançada: dos bichos que voam, todos são pássaros?

Fizemos algumas classificações, inicialmente com o conhecimento que tínhamos, e depois com apoio de pesquisas em livros da biblioteca, com a ajuda das meninas de lá que fizeram a seleção; e com Anderson, prof.de Informática, que nos ajudou muito nesse sentido, nos ensinando a navegar no site WikiAves.

Descobrimos que insetos também voam, que as aves podem voar e não voar, sendo os pássaros apenas um dos tipos de aves. Fizemos registros escritos e gráficos de nossas descobertas.

 

*Os projetos da Lua Nova têm como proposta acessar, de forma lúdica, por meio de pesquisas, diversas área do conhecimento. Você nos falou sobre a Língua Portuguesa, por meio da escrita das palavras, da leitura de conteúdos de pesquisa; e sobre o uso educativo da Informática. Que outros conteúdos vocês tiveram a oportunidade de acessar?

Prfª Greta: Nesse momento, também lançamos mão de nossos conhecimentos lógico-matemáticos para fazer comparações entre nosso peso e altura e o de algumas aves: “Sabia que um beija flor pode pesar apenas 2g!? E que um Avestruz pode chegar a 2,8 metros de altura?”.

As crianças se transformaram em verdadeiros arquitetos quando propus a confecção de murais com toda informação recolhida: fizeram planejamentos, medições, projeções... escolheram materiais, trabalharam em equipe e o resultado foi ótimo!

Para entendermos as longas distâncias percorridas pelas aves migratórias foi fundamental entrar em contato com números altos e com diversos tipos de mapasO filme Migração Alada contribuiu muito com esse estudo, nos fazendo refletir também sobre as migrações humanas, de pessoas que sozinhas ou em família migram em busca de uma vida melhor (assunto extremamente atual!).

 

*E houve um lugar específico para a brincadeira?

Prfª Greta: As crianças, muito inventivas, logo criaram brincadeiras com esse tema, a mais popular entre elas foi o Pega-Pega Pássaro: nesse pega-pega temos como personagens os passarinhos, 2 caçadores (pegadores), o Falcão-Peregrino (que pode salvar quem foi preso pelos caçadores) e o Carcará, que quando acorda, pode pegar os caçadores, finalizando a brincadeira.

Com essa brincadeira as crianças fizeram uma releitura de nossas discussões sobre a caça de aves e venda ilegal de espécies em extinção. Nosso recital de poesia também trouxe essa ideia com todas crianças dizendo em uníssono: “Era bom soltar a ave e prender quem vende ela!”

Ainda passamos por um longo estudo sobre as aves de arribação e a região sertaneja, conhecemos mais sobre a história e músicas de Luiz Gonzaga. Luziane, a monitora de nossa turma, nos contou histórias de Lampião e de Maria Bonita e nos ensinou a dançar o Xaxado!

 

*O resultado apresentado à Comunidade Lua Nova, tanto na exposição, quanto na apresentação feita aos pais, tinha a arte como predominância (Artes Visuais, poesia e música). Como isso entrou no dia a dia do projeto?

Prfª Greta: Existe muita poética nessa temática do voo, então foi fácil encontrar artistas como Lalau que nos encantou com suas poesias, Chico Buarque que nos divertiu com sua música “Passaredo” e o artista plástico Antonio Poteiro que nos desafiou na experimentação do pontilhismo. Cris, professora de Arte, colaborou explicando e sugerindo formas de experimentação dessa técnica.

Ao longo de todo semestre a música também teve espaço garantido nas aulas de Dani (professora de Música), que nos envolveu com canções, cantigas e seu largo conhecimento sobre o folclore nordestino.

Para a finalização de projeto, fizemos uma mostra de artes, com algumas de nossas produções e um recital com músicas e poesias que remontaram muitos momentos de estudo e vivências, buscando assim compartilhar com os pais um pouco de nossa caminhada até aqui.