receita para preservar amigos ciranca_eterna_novidade_do_mundo

África – Bahia

Áreas do conhecimento: Língua Portuguesa, Geografia, História, Ciências Sociais, Matemática, Artes, Movimento e Expressão Corporal.   

Salvador é uma cidade essencialmente negra, com o maior percentual de população etnicamente negra fora da África. Esse fato propicia uma reflexão sobre as origens deste povo e sua composição étnica, reconhecendo e valorizando uma típica mestiçagem que transparece nas manifestações culturais tais como a religião, dança, culinária, arte e música - tão importantes para a formação de uma identidade.

Ao (re) conhecer a riqueza cultural africana que herdamos, também ressignificamos a hegemonia da cultura européia que ainda se apresenta com um caráter de dominação.

A cultura africana nos apresenta um simbolismo e uma linguagem que são utilizados na música, na literatura, nas artes plásticas e nas expressões corporais muito próximos da infância (ritmos, cores, movimentos, formas, narrativas), intensificando o processo de investigação.

Ao final do projeto é produzido um livro que conta uma viagem imaginária ao continente africano.

A opção de trabalhar com diversas culturas faz parte do currículo da Lua Nova desde a sua fundação. A partir de 2003, a lei federal nº 10.639, que modificou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), veio ao encontro da opção já anteriormente feita pela Lua Nova e estabeleceu a obrigatoriedade do ensino da cultura africana e afro-brasileira nas escolas públicas e privadas de todos os estados brasileiros