receita para preservar amigos ciranca_eterna_novidade_do_mundo

Projeto Escola

O Projeto Escola acontece todo início de ano em todos os grupos e séries da nossa escola (do Grupo 2 ao 5º ano) e engloba  ações cotidianas que visam o acolhimento da criança, da família, a formação de grupo e a estruturação de uma rotina de trabalho, a partir de intervenções organizadas em três grandes eixos inter-relacionados:

      Adaptação « Formação de grupo « Estruturação de uma rotina de trabalho

Estas atividades e intervenções são organizadas em função da necessidade de cada grupo e sua faixa etária, de forma a possibilitar a adaptação da criança a este novo espaço ou contexto, garantindo sua participação, inclusive, como co-autora, à medida que se estruture um grupo de trabalho.

ADAPTAÇÃO

O processo de adaptação tem seu desafio maior no início, logo que os alunos começam suas aulas e perdura por todo o ano no que tange aos novos desafios enfrentados no convívio escolar. O processo é vivenciado de acordo com o tempo e o ritmo de cada criança, pois é único e deve ser avaliado individualmente. Regra geral, a adaptação na Educação Infantil é um momento que pede por mais intervenções tanto junto à criança quanto aos pais. 

Mas, para nós da Lua Nova, o processo de adaptação no Ensino Fundamental é também de grande importância, tanto em relação à transição da Educação Infantil para esta nova fase, como a cada ano que uma criança reinicia suas atividades escolares e que se defronta com novos desafios ou aspectos a serem enfrentados.

 

FORMAÇÃO DE GRUPO 

Durante esse período, priorizamos as brincadeiras como eixo fundamental na construção de vínculos, o que nos possibilita vivenciar questões importantes quanto à forma de nos conhecermos e nos relacionarmos. Momentos de diversão, ludicidade e faz-de-conta permeiam o nosso cotidiano e permitem à criança fortalecer as interações sociais e vínculos com os colegas e com os adultos; reconhecer a si e ao outro como integrante do grupo, além da criação de grupos com características próprias.

 

A ROTINA 

Uma rotina bem definida na Educação Infantil é um elemento muito importante por proporcionar sentimentos de estabilidade e segurança. Não falamos de uma rotina rígida e imutável, mas sim de algo que permite à criança uma facilidade maior na organização espaço-temporal. 

Para determinar uma rotina são fundamentais encaminhamentos e negociações acerca do tempo na escola. A convivência é elaborada a partir da organização de uma seqüência básica de atividades, construídas a partir da leitura que fazemos de cada grupo e suas necessidades. Desta forma, podemos contar com a participação ativa do grupo. Por mais que as atividades sejam planejadas com objetivos elencados, o cotidiano nos surpreende e nos reserva grandes surpresas. 

Nossa rotina contempla os conhecimentos, experiências e ações que integram os eixos curriculares, que tomam forma através de atividades, seqüências de trabalho e em uma metodologia baseada no desenvolvimento de projetos de trabalho, permeados pelos princípios que alicerçam a proposta pedagógica da Lua Nova. 

Momentos que marcam a nossa rotina: 

  • A chegada: é um momento de despedida, acolhimento, de novidades, de farras e brincadeiras...
  • O relaxamento é importante para que o corpo se prepare para novas atividades!
  • A roda é um momento muito rico onde conversamos, trocamos ideias, falamos de nossas vivências, discutimos sobre os nossos projetos e construímos conhecimento!
  • As atividades são momentos onde a criança é desafiada a se expressar de várias maneiras...
  • O lanche não é só uma necessidade do organismo, é uma possibilidade rica de socialização.
  • O parque é um espaço para a criança encontrar desafios corporais e sociais: conviver com colegas de faixas etárias diferentes e aprender a lidar com conflitos, limites e descobertas!
  • A história permite pensar, ouvir e sonhar, e assim o grupo dá seus primeiros passos na compreensão da Linguagem Oral e Escrita...

A cultura da ludicidade presente nos projetos de trabalho oportuniza que a criança descubra a vida de maneira alegre e divertida, favorecendo um espaço para que experimente a criatividade. As atividades lúdicas e o brincar são entendidos como processo ativo que serve ao sujeito para seu desenvolvimento cognitivo, afetivo, bem como para a socialização.